4 Dicas para resolver problema de cores avermelhadas na sublimação

4 Dicas para resolver problema de cores avermelhadas na sublimação

Assim como você, todos que iniciaram ou ainda irá iniciar no ramo da sublimação, já passou por isso o bendito do problema de cores avermelhadas na sublimação!
Você comprou uma impressora de ótima qualidade, papel recomendado para esta impressão, a melhor tinta sublimatica do mercado, uma excelente prensa térmica, material conforme sugerido neste ramo, programa de edição dos mais usados por quem entende do assunto, e na hora de estampar no material a imagem fica com um tom avermelhado, ou seja problema de cores avermelhadas na sublimação.

Aí você se desespera e procura achar onde está o defeito, sendo que todos os seus equipamentos estão corretos, e até o tempo e pressão da prensa térmica você fez de acordo para o material prensado, todos teste e o danado do problema de cores avermelhadas na sublimação continua a aparecer.

Bom primeiro quero lhe tranquilizar e dizer que isso é normal, mas para que não ocorra sempre que for estampar, você precisa se atentar as dicas que serão dadas a seguir.

1- Dica: Monitor

Na grande maioria das vezes as cores que você vê na tela do computador não são as mesmas depois de estampadas. Mas será que você está enxergando a cor certa no seu monitor? Seu monitor está calibrado?
Às vezes você fica buscando uma cor milimetricamente precisa com o que está vendo no monitor, mas o monitor pode não estar mostrando a tonalidade correta daquela cor.

 

Algumas vezes até mesmo a posição da inclinação da tela do seu notebook já faz com que algumas tonalidades de cores mudem. Faça esse teste!

2- Dica: Paleta de cores


Você já deve ter visto que existe um universo de tons diferentes de cor, um exemplo clássico, a cor azul, tem o tom marinho que é mais escuro, o tom royal pouco mais claro, o tom bebe que é bem mais claro e por ai vai.
A sugestão, é você estampar uma paleta de cores nos materiais que mais vende, ex; camiseta branca (100% poliéster) e caneca branca de porcelana, estampando na camiseta, você terá uma base de como ficara determinada cor em materiais a base de tecido e na caneca você terá essa mesma base em materiais rígidos especiais para sublimação.
Pesquise uma paleta de cores com numeração para ficar mais fácil de buscar essa cor no seu programa de edição, com isso mais uma forma de evitar o problema de cores avermelhadas na sublimação


3- Dica: Perfil de cores


Este é o ponto chave onde queria chegar.
O perfil de cores basicamente faz todas as conversões que você precisa para estampar a mesma cor que está vendo na tela do seu computador.
Um perfil de cor é criado a partir dos equipamentos que você trabalha: impressora, tinta sublimatica e papel.

O perfil de cor mais recomendado é o ICC, que seria um programa que você instala no seu computador. Quando você pedir para a sua impressora imprimir uma estampa, este programa irá reconhecer a impressora (marca A) que você trabalha, o tipo de tinta (marca B) e papel (marca C).
Juntando essas informações o programa irá ler essas cores e montar um perfil que irá contrabalancear, e jogar a tinta de forma adequada, onde vai trabalhar de forma diferente a impressão, para que seja possível reproduzir as cores que se espera no impresso do produto final.

Mas atenção: se por ventura sua tinta ou papel acabarem, e você for recorrer a outras marcas, da qual não era a mesma marca que estava usando, esse programa que instalou no computador para montar esse perfil, será perdido.
Pois são baseados unicamente com a tinta e papel que imprimiu a primeira vez com este programa. Isso vale para a impressora também, precisa ser a mesma que você utilizou da primeira vez que instalou o programa, se não lá vem de novo o tal do problema de cores avermelhadas na sublimação.

 

4- Dica: Perfil de cores RGB e CMYK

RGB: Seu monitor apresenta as cores que você enxerga utilizando o sistema de cores (baseado em luz) chamado RGB. Basicamente todas as cores que você está enxergando agora, ao ler este artigo, é uma variação de intensidade de luz Red (vermelha ) Green (Verde) e Blue (Azul). Cada minúsculo pontinho na tela é formado pela variação e mistura desses três feixes de luz (cores).

 

CMYK: Sua impressora apresenta as cores que você enxerga no papel, utilizando o sistema de cores (baseado em tinta) chamado CMYK
(Cyan, Magenta, Yellow  e BlacK). Da mesma forma que no RGB, cada pontinho que compõe a imagem impressa é o resultado da mistura das tintas sublimáticas (que estão no seu tanque de tinta ou cartucho) Ciano, Magenta, Amarelo e Preto.

 

Todas as cores possíveis resultante da mistura de luz RGB não podem ser reproduzidas ao se misturar as tintas CMYK. Ou seja, seu monitor apresenta cores que sua impressora não vai conseguir imprimir este pode ser uma das causas do problema de cores avermelhadas na sublimação

Para fazer com que sua impressora imprima em CMYK você pode realizar a conversão do RGB para o CMYK, em seu programa de edição (mais comum encontra-se no Photoshop).

Se o seu programa de edição for o Photoshop, você irá clicar na opção Imagem/ Modo/ CMYK:

Imagem

Modo



CMYK

Imagens após converter para CMYK:

Espero que este artigo tenha sido útil para você e para o desenvolvimento do seu negócio, abaixo um vídeo falando um pouco mais sobre problema de cores avermelhadas na sublimação com foco em imagem de pessoas que é o principal problema.